Confira aqui publicações e vídeos produzidos por outras instituições.

Relatório de avaliação de meio termo da efetividade do Fundo Amazônia 
A avaliação, que compreende o período de 2008 a 2018, foi realizada por uma equipe de consultores independentes, com a coordenação técnica da Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe – CEPAL, da Organização das Nações Unidas (ONU). Essa avaliação contou com dois estudos temáticos complementares que podem ser conferidos nos links a seguir: Estudo de distribuição de benefícios do Fundo Amazônia e Estudo temático dos projetos de Cadastro Ambiental Rural (CAR) apoiados pelo Fundo Amazônia

Avaliação de Efetividade de Projetos de Combate a Incêndios Florestais e Queimadas não Autorizadas apoiados pelo Fundo Amazônia/BNDES
Esse relatório apresenta os resultados da avaliação de efetividade ex post de projetos de combate a incêndios florestais e queimadas não autorizadas, realizada por uma equipe formada por consultores independentes sob a coordenação da Cooperação Alemã para o Desenvolvimento Sustentável por meio da Deutsche Gesellschaft für Internationale Zusammenarbeit GmbH (GIZ), no âmbito da cooperação técnica com o Fundo Amazônia/BNDES.

Avaliação de Efetividade de Projetos de Desenvolvimento Científico e Tecnológico da componente de Ciência, Inovação e Instrumentos Econômicos apoiados pelo Fundo Amazônia/BNDES
Este relatório apresenta os resultados da avaliação de efetividade ex-post de projetos de desenvolvimento científico e tecnológico da componente “Ciência, Inovação e Instrumentos Econômicos”, que foram encerrados entre 2015 e 2018. Essa avaliação foi realizada por uma equipe formada por consultores independentes sob a coordenação da cooperação técnica entre o BNDES e a Cooperação Alemã para o Desenvolvimento Sustentável por meio da Deutsche Gesellschaft für Internationale Zusammenarbeit (GIZ).

Avaliações independentes individuais (avaliações ex post) de projetos concluídos com o apoio do Fundo Amazônia:

Redes de agroecologia para o desenvolvimento dos territórios: aprendizados do Programa Ecoforte
O livro apresenta os resultados de um processo nacional de sistematização que envolveu 25 redes territoriais de agroecologia apoiadas pelo primeiro edital do Programa Ecoforte (projetos executados entre 2015 e 2017), apoiado com recursos da Fundação Banco do Brasil (FBB), BNDES Fundo Social e Fundo Amazônia, desenvolvido pela Articulação Nacional de Agroecologia (ANA).

Igualdade entre homens e mulheres em projetos de atividades produtivas sustentáveis apoiados pelo Fundo Amazônia/ BNDES 
Coordenado pela Cooperação Alemã para o Desenvolvimento Sustentável, representada pela Deutsche Gesellschaft fur Internationale Zusammenarbeit (GIZ), GmbH, o estudo teve por finalidade sistematizar a contribuição dos projetos de “Fomento às Atividades Produtivas Sustentáveis” do Fundo Amazônia na promoção da igualdade entre homens e mulheres e mapear a situação das mulheres nos projetos visitados em Rondônia e Mato Grosso, além formular recomendações que estimulem a igualdade entre homens e mulheres nos projetos apoiados pelo Fundo.
No âmbito desse estudo foi produzido um filme que destaca os desafios da mulher no campo, a importância dessas mulheres para o desenvolvimento sustentável e as conquistas e avanços na igualdade de gênero no meio rural.
Disponível no link: https://youtu.be/2U5HIKLpRb4 

Plano Integrado de Implementação da Política Nacional de Gestão Territorial e Ambiental de Terras Indígenas 
O Comitê Gestor Política Nacional de Gestão Territorial e Ambiental de Terras Indígenas -PNGATI apresenta o Plano Integrado de Implementação da Política Nacional de Gestão Territorial e Ambiental de Terras Indígenas - PII-PNGATI, com ações e metas a serem executadas e alcançadas de forma integrada entre instituições governamentais, organizações indigenistas da sociedade civil e organizações indígenas no período de 2016 até 2019. Pretende-se com esse plano avançar na implementação dessa nova política, garantindo qualidade de vida e bem estar nas Terras Indígenas do país. 

Oportunidades de Apoio a Atividades Produtivas Sustentáveis na Amazônia
Coordenado pela Cooperação Alemã para o Desenvolvimento Sustentável, representada pela Deutsche Gesellschaft fur Internationale Zusammenarbeit (GIZ), GmbH, o estudo busca identificar novas possibilidades de ação que auxiliem a cumprir as metas do PPCDAm, em especial do eixo 3 de apoio a atividades produtivas sustentáveis.

Resumo Executivo - Oportunidades de Apoio a Atividades Produtivas Sustentáveis na Amazônia 
Destaca os principais elementos do contexto Amazônico para APS, os desafios para o apoio, além de salientar as oportunidades consideradas mais relevantes.

Serviço Florestal Brasileiro. Florestas do Brasil em resumo. 2010
Proporciona uma visão concisa e atualizada sobre as florestas brasileiras, naturais e plantadas, revelando sua importância no cenário nacional e internacional. Compila dados de diversas fontes nacionais produzidas pelos principais atores envolvidos na gestão, uso e conservação das nossas florestas.

Serviço Florestal Brasileiro. Florestas do Brasil em resumo. 2009 
Proporciona uma visão concisa e atualizada sobre as florestas brasileiras, naturais e plantadas,assim como sobre a sua importância para o país. É baseado em dados obtidos de fontes nacionais produzidas pelos principais atores envolvidos na gestão, uso e conservação de nossos recursos florestais

Desmatamento Evitado (REDD) e Povos Indígenas, Experiências, Desafios e Oportunidades no Contexto Amazônico
Publicação do Instituto Socioambiental, com apoio da organização parceira Forest Trends. O objetivo do livro é oferecer à sociedade uma fonte de informações e reflexões que sejam úteis à discussão e à implementação de projetos de REDD em terras indígenas, no Brasil e nos demais países amazônicos.

Financiamentos Públicos e Mudança do Clima
O objetivo deste estudo é realizar uma avaliação comparada (gap analysis) das políticas e práticas de bancos e fundos constitucionais públicos brasileiros no que se refere às ações de redução do impacto climático de suas operações e ao fomento à transição para uma economia de baixo carbono. O estudo analisa iniciativas e procedimentos já implantados, bem como programas em desenvolvimento.

Plano Amazônia Sustentável
O Plano Amazônia Sustentável (PAS), lançado em 2008, foi construído a partir do Termo de Cooperação firmado em 2003 entre o presidente Luis Inácio Lula da Silva e os governadores dos estados da região, de um diagnóstico abrangente, e de consultas públicas com mais de cinco mil representantes de todo o país.